UTILIZANDO AS BANDAS DE BOLLINGER

Melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • Binomo
    Binomo

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FinMax
    FinMax

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Como usar Bandas de Bollinger?

Bandas de Bollinger é um indicador de volatilidade formado por 2 Médias Móveis. Bastante útil para antecipar níveis de preço, topos e fundos e mostrar caso uma ação ou contrato tenha se valorizado ou desvalorizado demais, as bandas podem ser usadas na automatização de investimentos.

No post de hoje, fizemos um apanhado sobre o que é preciso saber das Bandas de Bollinger para usá-las corretamente nas operações Day Trade e também em um robô trader.

Entendendo as Bandas de Bollinger

As Bandas de Bollinger, ou Bollinger Bands, são derivadas das Médias Móveis já que estas apontam que, apesar das movimentações, o preço tende a voltar sempre para uma zona de equilíbrio. Foi daí que John Bollinger criou este indicador, que consiste em duas linhas, uma sempre acima do preço e a outra sempre abaixo, traçadas a uma certa distância de uma Média Móvel.

Apesar da semelhança com “indicadores envelope”, as Bandas se destacam, justamente, por corrigirem o principal erro deles, que é limitar movimentações maiores na volatilidade. As Bandas de Bollinger otimizam o valor do desvio padrão, que é quanto o preço da ação pode variar.

A fórmula do cálculo das Bandas consiste em:

Banda Superior = Média Móvel Simples (20 dias) + (2 x Desvio Padrão de 20 dias)

Banda Inferior = Média Móvel Simples (20 dias) – (2 x Desvio Padrão de 20 dias)

Observação: O valor da Média Móvel costuma ser um período de 20 dias, mas isso pode ser alterado conforme a intensidade do desvio padrão. Esta é uma recomendação do próprio Bollinger, criador deste indicador . Do mesmo modo, o desvio padrão pode ser levemente alterado de acordo com o número de períodos.

Como usar as Bandas de Bollinger?

Interpretar corretamente e aproveitar os melhores sinais são atitudes essenciais para usar as Bandas. O indicador pode apontar os seguintes sinais ligados à volatilidade:

Melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • Binomo
    Binomo

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FinMax
    FinMax

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Movimentos Fortes

Quando o canal formado pelas bandas se estreita significa que há um equilíbrio entre demanda e oferta e, após esse momento, existem grandes chances de acontecer uma tendência forte, de alta ou de baixa. Por este tipo de sinal é que o indicador é conhecido por ser antecipador de tendências.

Estreitamento progressivo das Bandas de Bollinger

Tendência

Quando o preço do ativo (seja uma ação, opção ou contrato) ultrapassa a banda superior ou a inferior existe uma interpretação que diz que haverá continuação do movimento. Mas como as Bandas de Bollinger representam força, podemos supor que ao extrapolar o preço maior é um sinal de força e quando ultrapassa a banda inferior nota-se fraqueza da tendência.

Além disso, as bandas identificam com clareza fundos em W, que indicam tendência de baixa, e topos em M, que indicam alta dos preços.

As Bandas de Bollinger é um indicador que funciona bem para mercados com forte tendências. Isto significa que se forem usadas para um ativo que foge disso, ele pode não ser tão útil.

Estratégias de Investimento automatizadas baseadas nas Bandas de Bollinger

A SmarttBot oferece 2 estratégias (robôs traders) com o indicador Bandas de Bollinger em que o investidor deve configurar alguns parâmetros:

  • Números de períodos: representa o número de candles a serem observados para gerar o resultado do Cálculo da Banda para que o indicador seja plotado no gráfico.
  • Multiplicador do desvio: número de desvio padrão para que as bandas superior e inferior sejam posicionadas. Quanto maior esse número, maior será também a amplitude do canal e, por consequência, menor será a quantidade de trades.
  • Stops: representa o momento de saída, que pode se dar por um sinal indicado pelas Bandas de Bollinger ou não. Também pode ser o alvo de ganho que, após alcançado, gera a saída da operação para garantir o lucro.

Além destes dados, é preciso que o trader escolha o sentido da operação (comprado, vendido ou ambos) e a quantidade de ordens emitidas por cada compra ou venda, sejam contratos, opções ou ações, para finalizar a configuração de sua estratégia.

Confira a seguir o detalhamento das estratégias e como você pode operar com elas.

1. Cruzamento do preço com as Bandas

Ao escolher esta estratégia, você vai utilizar o cruzamento das Bandas de Bollinger como critério de entrada. Haverá compra quando o fechamento do candle cruzar de baixo para cima a banda inferior e haverá venda quando o fechamento do candle cruza de cima para baixo a banda superior.

A imagem abaixo ilustra um robô trader que fez uma compra onde a seta verde está. Ocorreu uma compra naquele local porque houve um cruzamento no preço de fechamento do candle vermelho e no candle seguinte, a operação acontece.

O preço cruzou a banda inferior e isto acionou uma compra.

2. Preço acima/abaixo das Bandas

Esta estratégia é usada para indicar sinais de contra tendência, útil para aproveitar reversões ao fazer trades. Quando o preço está abaixo da banda inferior, em queda constante, o investidor acredita que, em breve, vai ocorrer uma reversão no mercado, então ele compra. Do mesmo modo, quando o preço está acima da banda superior, o investidor acredita que o mercado já saturou, então vende.

Nesta estratégia, as compras ocorrem quando o fechamento do candle está abaixo da banda inferior. As vendas acontecem quando o preço de fechamento do candle está acima da banda superior.

A diferença entre esta estratégia e a anterior é que, nesta segunda, o preço de fechamento não cruza a banda, apenas precisa estar acima ou abaixo dela, no sentido exigido, para que ocorra uma operação.

Abaixo, veja o gráfico de um robô trader que utiliza a estratégia com o preço acima/abaixo das Bandas de Bollinger. Repare que o fechamento do candle anterior àquele que tem a indicação de operação (com setinha e valor), ultrapassou a banda mas não a cruzou.

As compras e vendas sempre vão ocorrer nos casos citados?

Em ambas as estratégias citadas, vale lembrar que compras e vendas só vão acontecer se os outros parâmetros permitirem essa ação. Pode ser que em um momento onde o sinal é de compra, o trader seja stopado porque configurou essa proteção em seu capital de acordo com o risco que esteve disposto a tolerar, por exemplo. Portanto, a estratégia possui parâmetros para que o investidor escolha exatamente quando comprar, vender, sair e entrar nas operações.

Para entender melhor sobre o assunto, recomendo o post Quando o robô faz uma operação?

Outras formas de uso do indicador

As Bandas de Bollinger também podem ser usadas como:

Critério de saída da operação

Além de utilizar stops para sair das operações, Bandas de Bollinger podem ser usadas como critérios de saída, afinal, indicam tendência e força, portanto, quando estas não estiverem favoráveis, o trader pode escolher sair da operação.

Para validar se as Bandas são a melhor opção para automatizar seus trades e ganhar o esperado, além de proteger seu capital, coloque 2 robôs iguais em modo simulado sendo que em um o critério de saída é as Bandas e, em outro, a saída deve se dar somente pelo valor do stop. Após algumas semanas de simulação, você conseguirá ver qual tipo de saída funciona melhor em sua estratégia.

Combinadas com outros indicadores

Por ser um indicador de volatilidade, as Bandas de Bollinger podem ser combinadas com indicadores de volume ou as Médias Móveis, caso mais comum. Para começar, utilize as Bandas combinadas com Médias Móveis Simples usando o mesmo valor para o cálculo dos períodos. Outra ideia é colocar o IFR para acompanhar a força do mercado e, então, confirmar as tendências apontadas pelas Bandas de Bollinger.

Cabe ressaltar que estas são sugestões para estudo e que estão disponíveis no plano Free e que para usar mais de um indicador como foi exemplificado, é preciso ser um assinante para ter acesso a estratégia Tangram que possui 5 indicadores.

Quer automatizar seus trades ou simular com este indicador? Clique aqui para se cadastrar e escolha as Bandas de Bollinger ao criar seu robô.

Fique por dentro de todas as novidades, promoções e atualizações da SmarttBot em nosso canal oficial no Telegram. Clique no link abaixo e faça parte dessa comunidade.

Bandas de Bollinger

Você já ouviu falar sobre as Bandas de Bollinger? Pois bem, esse importante indicador é utilizado por muitos Trader e Analistas.

Se bem utilizado, consegue nos repassar informações importantes sobre o movimento dos preços.

Sendo assim, nesse artigo vou explicar algumas características importantes desse indicador.

Além disso, também demonstrarei na prática como podemos utilizá-lo para tomadas de decisão no Day Trade.

Conteúdo desse artigo:

O que são as Bandas de Bollinger?

Bandas de Bollinger ou em inglês, Bollinger Bands, é um indicador de volatilidade.

Ou seja, nos mostra o quanto está volátil o movimento do preço.

Criado por John Bollinger, esse indicador tem como base um outro indicador também muito utilizado. A Média Móvel.

Sendo assim, o indicador Bandas de Bollinger é uma variação das médias móveis e como tal, tem certo atraso, uma vez que é calculada com base em preços passados.

Esse indicador é composto por 3 linhas plotadas no gráfico, são elas:

Linha Central, que nada mais é que uma média móvel de X períodos

Banda Superior, que é uma média móvel de X períodos + 2x desvio padrão de X períodos.

Banda Inferior, que é uma média móvel de X períodos – 2x desvio padrão de X períodos.

Aliás, o criador do indicador, John Bollinger, recomenda em seu livro“Bollinger on Bollinger Bands” (2001), que se utilize 20 períodos e média móvel do tipo simples.

Sendo assim, os cálculos do indicador segundo essa recomendação seriam os seguintes:

Linha Central = Média móvel simples de 20 períodos.

Banda Superior = Média móvel simples de 20 períodos + 2x desvio padrão também de 20 períodos.

Banda Inferior = Média móvel simples de 20 períodos – 2x desvio padrão também de 20 períodos.

Falando assim teoricamente, até pare confuso, porém, o indicador forma uma espécie de canal que acompanha o movimento do preço, conforme imagem abaixo:

Leitura das Bandas de Bollinger

A leitura desse indicador é extremamente simples, como ele forma um canal acompanhando e delimitando o preço, podemos tirar as seguintes conclusões:

Estreitamento da Bandas de Bollinger

São quando ambas as bandas se aproximam da média central, formando um canal de estreitamento.

Significa que o mercado está sem volatilidade, o preço está se comportando de maneira tímida, indefinida.

Ou seja, mostrando equilíbrio entre compradores e vendedores.

Sendo assim, é um ponto de atenção, pois a qualquer momento o preço pode se deslocar rapidamente para qualquer lado.

Alargamento das Bandas de Bollinger.

É o momento em que o preço define o lado e faz um movimento forte (de alta ou de baixa).

Nesse momento, forma-se o que muitos chamam de “ Boca de Jacaré ”, ou seja, as bandas se alargam, demonstrando que o preço ganhou volatilidade.

Para que servem as Bandas de Bollinger?

Além de medir a volatilidade do preço, as Bandas de Bollinger também são utilizadas para identificarmos regiões onde o preço está SobreComprado ou SobreVendido.

Explicando melhor, significa que, quando os preços estão acima das bandas superiores, demonstram que estão muito valorizados, SobreComprados, e que ali pode ser um possível topo.

Ou seja, um local de possível reversão da alta. Local para operações de venda.

Já quando o preço está abaixo da banda inferior, significa que o preço está SobreVendido, desvalorizado, e que ali pode ser um possível fundo.

Sendo assim, a partir daquele ponto o mercado pode reverter e subir (regiões de compra).

Como operar utilizando Bandas de Bollinger?

Existem basicamente duas maneiras de se operar utilizando esse indicador, são elas:

Mercados com tendência

Nesse tipo de mercado, o mais recomendado é que operemos a favor da tendência.

Nesse sentido, após um movimento que rompa a banda (inferior ou superior), devemos aguardar o preço retornar à média central e entrarmos a favor do primeiro movimento.

Tendência de alta

Já em mercados com tendência de baixa, após o rompimento da banda inferior, aguardaremos o preço voltar na região da média central.

Sendo assim, a partir desse ponto, entraremos vendidos no intuito de acompanhar a tendência.

Existe também a hipótese de operarmos também na contra tendência.

Ou seja, quando o preço fechar acima da banda superior, podemos tentar vender, uma vez que é uma região de SobreCompra.

Ou então, se o preço fechar abaixo da banda inferior, podemos entrar comprando.

Contudo, temos que estar cientes que operações contra tendência são mais complexas e exigem um maior conhecimento do Trader.

Além disso, exige muita habilidade operacional, uma vez que estamos contra o mercado.

Sendo assim, tais operações não são recomendadas para iniciantes.

Os alvos dessas operações é a média central.

Mercado Lateral

Nesse tipo de mercado podemos utiliza a técnica conhecida como “ Fechou Fora – Fechou Dentro”.

Ou seja, se o preço fechar acima da banda superior realizamos uma operação de venda.

Porém, se fechar abaixo da banda inferior iniciamos uma operação de compra.

Aliás, esse tipo de operação tem dois alvos.

O primeiro alvo é a média central, e o segundo é a banda oposta.

Isso é o que chamo de operar nas extremidades do preço, em um mercado lateralizado funciona muito bem.

Considerações Finais

Nesse artigo apresentei informações básicas sobre o indicador Bandas de Bollinger.

Além de apresentar algumas maneiras de introduzi-lo em seu operacional.

Contudo, gosto sempre de deixar claro que mais importante que operar cegamente o indicador, é interpretar e entender qual são os sinais que podemos extrair dele.

Devemos sempre tentar entender os movimentos do preço, e assim tomar nossas decisões, tendo em mente que estamos no mercado de renda variável e que nenhum indicador é mágico a ponto de acertar sempre .

Nesse sentido, temos que ter um gerenciamento de risco extremamente ajustado, para podermos controlar os dias de perda e maximizar os dias de ganho.

Por fim, ressalto que podemos utilizar outros indicadores como auxiliares para tomadas de decisão, isso fará com que nossa performance seja cada vez mais eficiente.

EscolaTrader

O Bandas de Bollinger, é um indicador muito popular pois além de ser fácil de se visualizar oportunidades, também apresenta mais de uma interpretação de seus traços e possui um bom nível de acertos quando operado da maneira correta.

Algumas plataformas gráficas podem apresentar este indicador apenas com a banda superior e a banda inferior; caso em que o usuário terá que acrescentar a média dentro dos parâmetros do indicador. No entanto é regra encontrar-se sua apresentação completa, já com a média móvel simples intermediária, uma banda superior (Bollinger High) e outra inferior (Bollinger Low). Os parâmetros padrões de Bollinger são:

  • Bollinger Média = Média Móvel Simples de 20 períodos
  • Bollinger Superior = Média Móvel Simples de 20 períodos + (2 * desvio padrão do fechamento)
  • Bollinger Superior = Média Móvel Simples de 20 períodos – (2 * desvio padrão do fechamento

Assim a Banda ficará desta forma:

Estratégias

As Bandas de Bollinger tem duas funções principais:

  1. Avaliar a volatilidade do ativo;
  2. Indicar quando os preços estão em extremos possivelmente insustentáveis.

1) Para avaliar a volatilidade da ação através de Bollinger, basta observar a distância entre as bandas (largura das bandas). A medida que as bandas vão se estreitando, a tendência é que a ação vá ficando menos volátil e portanto tenha pouca oscilação de seus preços. Por outro lado, quanto mais uma banda se distancia da outra, maior a chance de os preços apresentarem grande oscilação, seja para cima ou para baixo.

2)Por fim, a maior utilidade deste indicador, é nos mostrar quando os preços estão em níveis insustentáveis, sejam baixos demais ou alto demais, e portanto deverão apresentar alguma correção ou reversão de tendência entre os próximos períodos. Portanto, quando os preços romperem a banda superior, indica-se que os preços estão mais altos do que deveriam, e portanto deverão corrigir ou reverter o movimento. Ao contrário, preços que romperem a banda inferior, indicam que a ação já está a um preço baixo demais e deverá ser corrigido para cima ou apresentar uma reverão da tendência.

Como sempre, um indicador solitário é um meio muito arriscado para se operar qualquer ação, dado que o ideal é sempre confirmar as tendências com outros indicadores e técnicas como figuras de reversão e suportes e resistências. As próprias Bandas de Bollinger podem ficar rompidas por um longo período indicando uma reversão que pode demorar a acontecer, mas que se avaliada em conjunto com outras técnicas pode ser prevista com maior precisão.

O que deve ser observado, entretanto, sobre a banda inferior e a banda superior deste indicador, é que quando os preços estão dentro destas, a inferior torna-se um suporte natural dos preços, enquanto que a superior, naturalmente é a resistência. É nestes níveis ou próximo a eles que o operador deve “ligar seu sinal de alerta”, e preparar-se para lançar suas operações.

Em alguns vídeos nossos, nos referimos ao fato de que, quando as bandas estão muito estreitas, com os preços evoluindo praticamente na horizontal, torna-se difícil a operação. Dizemos que nestas condições existe “volatilidade”, mas na realidade não é a volatilidade da qual o operador possa tirar proveito; trataríamos então de dizer, que é uma volatilidade de incertezas de movimento dos preços, pois é natural que tenhamos numa situação destas, os preços fazendo hora uma vela de alta, e na sequência outra vela de baixa, e assim sucessivamente e vice-versa.

A depender do tempo gráfico que se esteja utilizando para operar, menos de 15 m por exemplo, a “volatilidade pura” (sem tendência) destes canais estreitos, não permite que se opere com qualquer estratégia.

A “volatilidade boa”, é a que vem associada com a tendência definida, seja de alta ou de baixa, o que por si só já propiciará uma série de oportunidades de operação para quem conhece o indicador.

É o momento ideal para o operador profissional ficar de fora do mercado.

Se estivermos num tempo gráfico maior, por exemplo acima de 30 minutos, podemos ter oportunidades de se operar dentro destes canais.

Na realidade, o que importa bastante mesmo, não é tanto o tempo gráfico, mas o afastamento das bandas. Quanto mais afastadas, mais oportunidades de se criar uma estratégia operativa encontramos.

No que toca ao assunto BANDAS DE BOLLINGER, acreditamos já termos colocado informações bastantes, mas o assunto ainda não foi esgotado; em breve estaremos voltando a este indicador, retratando as estratégias possíveis de se utilizar com ele.

Exemplos de entradas utilizando o BOLLINGER BANDS e o ESTOCÁSTICO como indicador auxiliar. Gráfico de 15 minutos.

Melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • Binomo
    Binomo

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • FinMax
    FinMax

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Like this post? Please share to your friends:
Como negociar opções binárias
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: